Muito Além da Visão: Narrativas de pessoas com deficiência visual

Muito Além da Visão: Narrativas de pessoas com deficiência visual

Autor/a: Raquel Alves
R$ 35,00

A proposta de reunir representantes de todo o Brasil trouxe um autor de cada estado brasileiro para compor esta obra sensível e inusitada. Além das 27 narrativas, o livro contém a apresentação redigida pela organizadora Raquel Alves (que também é deficiente visual) e o depoimento da Dra. Vanessa Vidotti Pimenta, médica oftalmologista, que traz um olhar humanizado em relação à perda visual.

"Um livro que desperta diferentes emoções em sua leitura, levando-nos a um choque contra realidades tão duras e difíceis, mas que, ao mesmo tempo, nos transmitem a força da superação e da adaptação fazendo, assim, transparecer que a vida desses autores são de uma leveza que nos causa espanto e alegria. Venha conhecer verdadeiros relatos dessas caminhadas e deixe que esses autores lhe mostrem como ver o mundo".
Fabio Marchiori - Editor da Editora Siano

"Esse livro traz histórias fascinantes de pessoas que nasceram cegas ou perderam a visão e continuam caminhando. Muitas vezes de maneira surpreendente. Nos ensinam que as perdas são difíceis, mas encontrar uma trajetória de vitórias é possível. Sinto-me privilegiada por ajudar as pessoas que possuem deficiência visual a lutarem contra sua doença. Aprendo todos os dias que as dificuldades nos fazem mais fortes, mais corajosos a encarar a vida conforme ela se apresenta".
Dra. Vanessa Vidotti Pimenta

A proposta de reunir representantes de todo o Brasil trouxe um autor de cada estado brasileiro para compor esta obra sensível e inusitada. Além das 27 narrativas, o livro contém a apresentação redigida pela organizadora Raquel Alves (que também é deficiente visual) e o depoimento da Dra. Vanessa Vidotti Pimenta, médica oftalmologista, que traz um olhar humanizado em relação à perda visual.

"Um livro que desperta diferentes emoções em sua leitura, levando-nos a um choque contra realidades tão duras e difíceis, mas que, ao mesmo tempo, nos transmitem a força da superação e da adaptação fazendo, assim, transparecer que a vida desses autores são de uma leveza que nos causa espanto e alegria. Venha conhecer verdadeiros relatos dessas caminhadas e deixe que esses autores lhe mostrem como ver o mundo".
Fabio Marchiori - Editor da Editora Siano

"Esse livro traz histórias fascinantes de pessoas que nasceram cegas ou perderam a visão e continuam caminhando. Muitas vezes de maneira surpreendente. Nos ensinam que as perdas são difíceis, mas encontrar uma trajetória de vitórias é possível. Sinto-me privilegiada por ajudar as pessoas que possuem deficiência visual a lutarem contra sua doença. Aprendo todos os dias que as dificuldades nos fazem mais fortes, mais corajosos a encarar a vida conforme ela se apresenta".
Dra. Vanessa Vidotti Pimenta

  • Assunto: Superação/Deficiência Visual
  • Acabamento: Brochura
  • Número de Páginas: 212
  • Dimensões do produto:  15,5 x 22 x 01 cm
  • Peso: 280 g
  • Tipo de Papel: Pólen Soft 80 g
  • Edição:
  • ISBN: 978-85-92636-15-9
  • Idioma: Português

 

   

MÓDICO é uma modalidade de serviço específico dos Correios para entrega econômica de livros. Possibilita o envio com segurança e assertividade, somente com o prazo de entrega um pouco mais extenso dependendo da distância (entrega 5 a 14 dias úteis após o envio). Possuímos também as modalidades PAC (entrega 5 a 7 dias úteis após o envio) e SEDEX (entrega 1 a 4 dias úteis após o envio), tudo para seu conforto e opções.

Os prazos de entrega são contados a partir do primeiro dia útil seguinte ao da postagem e variam de acordo com as localidades de origem e destino. Para postagens aos sábados considera-se o dia útil seguinte como o dia da postagem.

Enviaremos o CÓDIGO DE RASTREAMENTO.

Raquel Alves é graduada e pós-graduada em Arquitetura e Urbanismo. Filha do escritor e educador Rubem Alves, assumiu a presidência do Instituto Rubem Alves em 2014 (a partir do falecimento de seu pai), deixando sua carreira de arquiteta e paisagista de lado. Foi diagnosticada com glaucoma aos 13 anos de idade, porém apenas a partir de 2016 começou a se entender como pessoa com deficiência visual. Hoje tem baixa visão e utiliza recursos de acessibilidade. Ela diz: "Viver a vida a partir da própria vida, pois o que vale a pena não se mede pelo número de vezes que um coração bate, mas aquilo que o faz ter vontade de bater".